Blog

Crédito rotativo e pré-aprovado com juros baixíssimos: Cartão BNDES

Através do cartão fornecido pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), micro, pequena e médias empresas podem utilizar o crédito concedido para a utilização em investimentos no próprio negócio, bem como para adquirir produtos habilitados no credenciamento.

O cartão BNDES disponibiliza crédito rotativo e pré-aprovado com juros baixíssimos fornece inúmeras vantagens para o crescimento de uma empresa. Confira:

Vantagens do cartão BNDES

Rapidez para liberação do dinheiro

Em razão de o crédito ser pré-aprovado, o portador do cartão não precisar esperar que o Banco aprove a liberação do dinheiro.

Infinidade de equipamento que podem ser adquiridos

O portador pode utilizar o cartão BNDES para comprar os mais variados tipos de equipamentos para utilização na sua atividade econômica. Além disso, são permitidos a contratação de alguns serviços, contudo, são proibidas as compras de equipamentos (mais de 150 mil itens) que não são compatíveis com as funções que a empresa exerce.

Taxa pré-fixada e isenção de taxa de anuidade

A segurança disponibilizada ao portador, em virtude de a taxa (uma das menores do mercado) ser pré-fixada é enorme. Logo, a taxa inicial é a mesma que será cobrada até a última parcela. Assim, é possível ter em mente o valor correto de cada prestação a ser paga, sem correr o risco de sofrer um aumento linear nas parcelas que podem ser em até 48x. Ademais, não é cobrada qualquer tipo de taxa de anuidade pela liberação do crédito.

O portador pode utilizar diversas vezes o cartão BNDES

Conforme mencionado anteriormente, o crédito disponibilizado é de até R$ 1 milhão.
Isso significa que enquanto o limite não for atingido, o portador pode utilizar várias vezes o seu cartão para o investimento no seu negócio. Não há o stress de precisar ficar indo ao Banco cada vez que precisa de um novo crédito para aquisição de equipamento ou serviço.

A Bit 2000 aceita o cartão BNDES para fechamento de negócios. Assim, ajudando você a fazer investimentos com crédito rotativo e pré-aprovado com juros baixíssimos! Compre conosco 😉

saiba mais

Você já conhece o “WhatsApp Empresarial” e suas vantagens?

O Whatsapp, aplicativo de mensagens instantâneas, está se tornando cada vez mais presente nas áreas de comunicação de empresas, pela possibilidade de gerar negócios e ser um canal de comunicação de serviço de atendimento ao cliente (SAC). Bem como, é usado para exposição da marca, triagem e canal de vendas.

Uma matéria divulgada no jornal Diário, Comércio, Indústria e Serviço, abordou a questão do WhatsApp empresarial. Na notícia, a mestre em Ciência da Comunicação pela USP e professora da Universidade Anhembi Morumbi, Claudia Cruz, disse que o uso do aplicativo atrai o público para interagir com marcas criando uma hiperealidade, que muda o quadro mais conhecido para um quadro onde o interlocutor pode opinar e expressar em tempo real.

A matéria em questão apresenta três cases: o primeiro foi da montadora japonesa Mitsubishi, que utilizou o WhatsApp como um canal de relacionamento onde, durante um mês, o consumidor pôde tirar dúvidas sobre um modelo de carro que estava sendo lançado, tudo por meio de conversas pelo aplicativo com a equipe de atendimento da empresa. Eles conversaram com os clientes sem a formalidade tradicional, mas respeitando o espaço dos consumidores e com o auxílio de recursos multimídia de vídeo e foto.

Outro case é o da farmácia de manipulação Sempre Viva, em Itajubá (MG). A proprietária Vivian Costa conta a experiência de sucesso em vender com o SAC 3.0, que já representa 40% do negócio. Com o aplicativo, ela interage com os clientes, recebe fotos das receitas e passa orçamentos, agiliza o envio do remédio, entre outras facilidades.

Para a empresa Junqueira, do setor imobiliário, localizada em Piracicaba, interior do estado de São Paulo, a ferramenta se tornou um diferencial entre os concorrentes. Ele serve para contatos, agendamento de visitas, negociações, entre outros.

À primeira impressão, muitas pessoas podem pensar que o WhatsApp em empresas será uma ferramenta perfeita para publicidade e promoção de produtos, mas é importante ressaltar que sua finalidade principal é o relacionamento com o cliente. No app de mensagens, é muito fácil bloquear contatos, portanto, não adianta ficar enviando propagandas e spams sem critério algum. O máximo que uma marca conseguirá fazendo isso é a irritação de seus cientes em potencial.

Mas, com alguns cuidados, é possível usufruir de muitos benefícios por meio do aplicativo:

– Atendimento a qualquer hora e a facilidade de tirar dúvidas, fornecer orçamentos e registrar pedidos, o que melhora o relacionamento com os consumidores e fideliza clientes.

– Também é possível conversar com vários clientes de uma só vez, o que aumenta a rapidez do atendimento se comparado a um atendimento telefônico.

– A plataforma também representa um dos custos mais baixos de investimento em atendimento.

– Por meio dele, as empresas podem enviar fotos, áudios ou vídeos para que o cliente visualize melhor o produto oferecido.

– As empresas ainda podem criar grupos com perfis similares e divulgar novos produtos e serviços, deixando seus consumidores atualizados sobre todas as novidades de seu negócio.

– Além dos usuais grupos, também é possível criar listas de transmissões, através das quais as empresas podem enviar comunicados, informações e requerimentos. A diferença fundamental entre um grupo e uma lista de transmissão é que as respostas dos membros são visualizadas individualmente pelo membro que a enviou e pelo administrador do grupo.

Hoje, a Bit 2000 também já faz uso do  WhatsApp empresarial, com a finalidade principal de relacionamento com o cliente. Criando a possibilidade de gerar negócios e um canal de comunicação e de serviço de atendimento ao cliente (SAC). Fale conosco, tire dúvidas e faça até orçamentos via WhatsApp: (21) 99126-7261

saiba mais

Proteja o que você tem de mais valioso: sua família!

As deficiências de segurança pública nas grandes cidades, têm gerado uma sensação e insegurança ainda maior, nas famílias.
Os inúmeros casos de violência por parte de babás e cuidadoras, com bebês e idosos, aliados a alta rotatividade desses profissionais, tem perturbado as famílias, mais do que os problemas de segurança patrimonial.

Nos últimos anos, tivemos um aumento em torno de 20% na utilização de circuitos fechados de TV em residências. Graças a isso, assistimos inúmeros casos de violência onde a gravação das imagens serviu de prova para a solução de casos de violência. contra bebês, idosos e animais. Esses resultados tem aumentado o interesse das pessoas nos serviços de CFTV – Circuito Fechado de TV. O que parecia um “luxo”, vem mostrando ser essencial para famílias onde o casal trabalha fora o dia inteiro, quanto existem indefesos dependendo de cuidados de terceiros. Da mesma maneira que nas empresas, a administração de funcionários nas residências, se mostra eficaz. Num momento em que, os serviços domésticos começam a ser cada vez mais realizados por empresas terceirizadas e com rotatividade de profissionais, a capacidade de gerenciar esses funcionários na sua casa, mesmo que a distância, torna-se essencial.

Projetos de CFTV, antigamente, eram mais onerosos e exigiam uma estrutura mais complexa. Hoje, temos equipamentos que podem proporcionar cobertura de toda a residência, conforme as necessidades e características arquitetônicas do local, sem exigir grandes intervenções na infra-estrutura do local. E, a evolução tecnológica, possibilita o acompanhamento a distancia, via internet, em qualquer smartphone, computador ou outro device que possa acessar as imagens.

Claro que, não basta um sistema de CFTV para que uma residência seja segura. A segurança efetiva está baseada em três pilares: pessoas, processos e equipamentos. É preciso ter referencias e garantias dos funcionários, sejam eles contratados ou terceirizados. Os processos de escolha e contratação dos prestadores de serviço, devem seguir parâmetros pré estabelecidos e esses padrões não devem ser quebrados. Não adianta equipamentos instalados e a monitoração do ambiente não ser feita constantemente. É preciso definir fluxos de trabalho e horários para cada tipo de serviço na residência para que a monitoração seja viável. Com comportamento cauteloso e controle, um sistema de CFTV pode criar um ambiente de alta segurança, com um investimento ao alcance de uma família média.

A Bit 2000, tem desenvolvido projetos de CFTV doméstico, visando o acompanhamento de indefesos e também a segurança patrimonial. Trabalhando sempre com projetos individuais, nossos clientes tem obtido todos os resultados desejados: segurança e tranquilidade. Podemos dizer, com satisfação, que nosso serviço HOMECARE BIT 2000, entrega uma boa dose de PAZ para a vida das pessoas.


Entre em contato e teremos prazer em desenvolver um projeto específico para as necessidades da sua residência, com o mesmo profissionalismo e competência que aplicamos em projetos corporativos, nos últimos 20 anos.

saiba mais

Conheça a candidata à principal ferramenta para comunicação empresarial

videoconferência está no caminho de tornar-se a principal ferramenta para comunicação empresarial em três anos. O e-mail e as conferências por áudio são superadas pela videoconferência em escolha feita por empresários de 12 países, segundo uma pesquisa conduzida pela Redshift Research, e encomendada pela Polycom Inc.

Essa pesquisa mostra que 98% dos executivos entrevistados acreditam que a videoconferência remove de forma excelente as barreiras da distância física e contribui aumentando a produtividade, por causa do fortalecimento da interação entre empresas de cidades, estados e até países distintos.

De acordo com relatório feito em 2013 pelo Aberdeen Group, sobre procura e contratação de talentos via vídeo, constatou-se que 32% das empresas utilizam e investem em entrevistas de emprego por videoconferência. Percentual esse que em 2012 era de 21%, demonstrando um aumento de 11% em um ano.

Outra influência na escolha de videoconferências para reuniões a distância é a redução de gastos (tempo e dinheiro) com o deslocamento dos participantes. O custo-benefício é garantido, comprovando-se em apenas alguns meses após a implantação, mesmo tendo seu custo médio elevado de investimento.

O que é a videoconferência?

A videoconferência é um sistema de comunicação, através de equipamentos de vídeo e aúdio,  que coloca em contato duas ou mais pessoas de diferentes locais. Para sua instalação, não é necessária uma grande infraestrutura, já que o sistema é formado basicamente por uma câmera, um microfone e uma CPU, e deve ser instalado e configurado por um técnico qualificado.

O grande diferencial da qualidade de áudio e vídeo está nos modelos esquipamentos. No mercado, você já encontra equipamentos de alta qualidade em captação de som e imagem em alta definição (HD), tornando a experiência da reunião bem próxima da presencial.

A Bit 2000 trabalha com equipamentos de soluções inovadoras que tem recursos como: realizar videoconferências ponto a ponto ou através do seu servidor IP,  compartilhar a imagem do computador assim compartilhando apresentações, fotos ou vídeos com quem está do outro lado, administrar som, imagem e outras funções através de controle remoto, áudio digital com redução de ruídos a um raio de 3 metros de alcance do microfone e imagem em alta resolução, com cores mais vivas e nítidas.

saiba mais

Câmeras de segurança identificam uma pessoa pela maneira como ela se mexe

Através de tecnologias modernas de varredura e mapeamento de imagens, a pesquisa em biometria comportamental vem avançando rapidamente. Hoje, já é possível identificar um ser humano pela maneira como ele se mexe. Utilizando sistemas de CFTV (circuito fechado de televisão) comuns, um software pode fazer a varredura do vídeo em tempo real, quadro a quadro, removendo objetos do ambiente e criando um padrão de movimento para uma pessoa andando.

Informações sobre altura, postura, distância entre seus passos, ritmo da passada, entre outros, são reunidos. As características ficam então armazenadas no banco de dados do sistema, que pode identificar o indivíduo posteriormente, caso ele passe novamente pela câmera de segurança.

Universidades trabalham em softwares que constroem um padrão de movimentação (Foto: Reprodução/ Paulo Gallian)

Este tipo de identificação não é livre de problemas. Por exemplo, se o programa tem apenas dados do indivíduo por um ângulo específico, para reconhecê-lo posteriormente com precisão, o ponto de captura da nova imagem precisa corresponder àquele que registrou o padrão no sistema. É por isso que pesquisadores de diferentes países estão desenvolvendo técnicas complementares para uma análise eficiente e viável do modo de andar de uma pessoa.

O professor Daigo Muramatsu e colegas da Universidade de Osaka, no Japão, estão trabalhando em um software que constrói um modelo do padrão de movimentação de um indivíduo, para identificação em diversos ângulos. Eles filmaram 20 pessoas andando em uma esteira, distribuindo 24 câmeras em torno delas, e reuniram as informações obtidas para desenvolver um algoritmo para o programa. Em testes preliminares, o sistema teve um índice baixo de identificações erradas, em todos os ângulos testados, o que, segundo Muramatsu, é um resultado promissor.

Na Universidade Técnica de Munique, Martin Hofmann e sua equipe desenvolveram um meio de extrair informações adicionais das imagens gravadas, como as sombras das roupas nas pessoas filmadas. Eles também utilizaram os sensores do Kinect – dispositivo da Microsoft criado para o console Xbox – para medir a profundidade dos objetos, fazendo com que seja possível sanar alguns problemas, como o reconhecimento de indivíduos carregando objetos. Em testes feitos com vídeos de centenas de voluntários, o sistema atingiu um índice de reconhecimento de quase 80%.

É verdade que a precisão desta técnica de biometria pode cair drasticamente se, por exemplo, alguém se mover de maneira muito diferente da usual. Mas isso não significa que ela não possa ganhar espaço na área de segurança. “Imagine um ladrão de banco, que está com o rosto e os dedos cobertos, mas que pode ser identificado pelo jeito que sai andando do estabelecimento.” – exemplificou Martin Hoffman que, assim como Daigo Muramatsu, compareceu à Conferência Internacional de Biometria, em Washington (EUA), em setembro deste ano.

Este será o futuro do monitoramento! A BIT 2000 tem a capacidade de oferecer todas as melhores opções para a necessidade da sua empresa.

Via NewScientist

Via TechTudo

saiba mais

Alta definição de imagem, integração total e acesso remoto: conheça a tecnologia IP para CFTV

Com crescimento aproximado de 20% ao ano, segundo dados da SIA (Associação das Indústrias de Segurança), o mercado de segurança eletrônica movimenta bilhões de dólares em negócios no mundo todo. A utilização de equipamentos de alta tecnologia para monitoramento, conhecidos como CFTV IP, cresce em média 35% ao ano, com previsão de liderar o setor de sistemas de segurança em um futuro breve. Entenda como funciona esta tecnologia aplicada ao seu monitoramento eletrônico e os benefícios e vantagens que ela oferece aos projetos.

Tecnologia IP para CFTV: O que é?

A tecnologia IP é o que há de mais inovador em monitoramento de ambientes. Esta tecnologia, que possui infraestrutura de rede, está presente em diversas formas em nosso dia a dia, como aplicativos para smartphones que realizam chamadas telefônicas, e-mails, e a própria internet. Aliado a isso, ela também permitiu também melhorias e avanços em soluções em segurança. As imagens em alta definição são o grande atrativo desse sistema, mas eles não param por ai. As vantagens se estendem a estruturas mais flexíveis, estabelecendo uma relação de custo benefício com a menor necessidade de manutenção. Conheça, a seguir, os principais benefícios e facilidades que o CFVT IP proporciona.

Infraestrutura mais eficaz e vantajosa

O custo de aquisição de câmeras IP ainda é maior se comparado ao de câmeras analógicas, mas, considerando o cenário geral de um projeto, optar por uma infraestrutura IP pode ser economicamente mais vantajoso. Câmeras IP requerem a estrutura de rede que já é muito utilizada em grandes empresas e organizações públicas e privadas, ou seja, não é necessário investir em outros tipos de equipamentos e acessórios que uma estrutura analógica requer e a instalação se torna consideravelmente mais simples e econômica. Neste caso, a mesma equipe que presta manutenção à estrutura de rede pode cuidar da manutenção das câmeras, reduzindo custos em prestação de serviço. Além de tudo isso, 1 câmera IP pode substituir até 8 câmeras analógicas. Isso significa que, em grandes projetos onde são necessárias muitas câmeras, optar por esta tecnologia é muito mais vantajoso.

Câmeras mais inteligentes

Outro grande benefício fica por conta do gerenciamento de imagens, que é feito diretamente pela câmera IP. Isso permite que o aparelho de NVR seja responsável somente pelo armazenamento dos dados, não ficando sobrecarregado com a análise de vários canais de vídeo. Essas câmeras, assim como alguns modelos analógicos, possuem IR inteligente, uma tecnologia que proporciona imagens nítidas e iluminação no modo Noite. A alta definição e resolução das imagens é o grande diferencial da tecnologia IP: atualmente, a resolução é de 720p (HD), 1080p (Full HD) e 1536p (3 MP), com previsão de lançamento de modelos com 4k (Ultra HD). Além disso, algumas câmeras IP possuem detecção de movimento, uma inteligência que permite gravar imagens, somente se houver movimento, economizando espaço de armazenamento. Mais um recurso interessante é o envio de alertas de ocorrências ao operador ou sistema de vigilância quando o sistema detecta objetos e pessoas, aumentando a eficiência do sistema junto à equipe de segurança. Outra facilidade que o sistema IP permite é a possibilidade de integração com telefonia VoiP.

Di.Ca – Software de dimensionamento de câmeras IP Intelbras

Oferecido pela Intelbras, o Di.Ca é um software gratuito de dimensionamento de câmeras IP que calcula e sugere os modelos ideais para cada espaço e situação de um projeto. Simples de utilizar, você não precisa entender do assunto para realizar uma simulação. O usuário apenas insere as especificações de cada projeto e ele exibe as câmeras IP que podem ser utilizadas.

Conheça as soluções em câmeras IP oferecidas pela Intelbras:

Precisando de monitoramento? A Bit 2000 pode te ajudar! Gerencie tudo o que acontece dentro da sua empresa. Desde quem entra e quem sai até o desempenho do seu funcionário.

Via: Blog Intelbras

saiba mais

Que tal usar cabos de fibra óptica?

Atualmente, as fibras ópticas são as maiores responsáveis pelas revoluções ocorridas nas telecomunicações. Elas têm a capacidade de transmitir uma quantidade enorme de informações, com confiabilidade e em uma velocidade incrível.

A fibra ótica ou fibra óptica é um pedaço de vidro ou de materiais poliméricos com capacidade de transmitir luz. Tal filamento pode apresentar diâmetros variáveis, dependendo da aplicação, indo desde diâmetros ínfimos, da ordem de micrômetros (mais finos que um fio de cabelo) até vários milímetros. O conceito de fibra ótica consiste na utilização de luz para transporte da informação digital através de uma mídia feita de pequenos fios de vidro, onde cada um determina um caminho para os raios de luz que transportam o sinal.

As fibras óticas apresentam várias vantagens em relação aos meios físicos tradicionais:

  • Mais baratas – muitos quilômetros de cabo óptico podem ser fabricados com custo menor que o comprimento equivalente de fio de cobre. Isso economiza o dinheiro de seu provedor (de TV a cabo ou Internet) e o seu também;
  • Mais finas – as fibras ópticas podem ser estiradas com diâmetros menores do que um fio de cobre;
  • Maior capacidade de transmissão – como as fibras ópticas são mais finas do que os fios de cobre, mais fibras do que fios de cobre podem ser colocadas juntas em um cabo de determinado diâmetro. Isso permite que mais linhas telefônicas passem pelo mesmo cabo ou que mais canais sejam transmitidos através do cabo para seu aparelho de TV a cabo;
  • Menor degradação do sinal – a perda de sinal em uma fibra óptica é menor do que em um fio de cobre;
  • Sinais luminosos – ao contrário do que ocorre com os sinais elétricos nos fios de cobre, os sinais luminosos não interferem com os de outras fibras ópticas contidas no mesmo cabo. Isso significa conversações ao telefone ou recepção de TV mais nítidas;
  • Menor consumo de energia – como os sinais nas fibras ópticas se degradam menos, podem ser usados transmissores de menor potência em vez dos transmissores elétricos de alta voltagem necessários para os fios de cobre. Mais uma vez, isso economiza dinheiro para seu provedor e para você;
  • Sinais digitais – as fibras ópticas são teoricamente adequadas para a transmissão de informação digital, o que é especialmente útil nas redes de computadores;
  • Não inflamáveis – como não há eletricidade circulando através das fibras ópticas, elas não geram risco de incêndio;
  • Leves – um cabo óptico pesa menos que um cabo de fios de cobre comparável. Os cabos de fibra óptica ocupam menos espaço no solo;
  • Flexíveis – como as fibras ópticas são tão flexíveis e podem transmitir e receber luz, elas são usadas em muitas câmeras digitais flexíveis para as seguintes finalidades:
    • Geração de imagens médicas – em broncoscópios, endoscópios, laparoscópios;
    • Geração de imagens mecânicas – na inspeção mecânica de soldas em tubos e motores (em aviões, foguetes, ônibus espaciais, carros);
    • Encanamentos – para inspecionar linhas de esgoto.

De forma geral, as fibras ópticas se dividem em dois tipos distintos: Multimodo (multimode) ou Monomodo (single-mode). Elas são muito diferentes entre si. Enquanto as fibras Multimodo são adequadas para instalações de até 3 Km, as fibras Monomodo são ideais para instalações de grandes distâncias e baixa larga, por isso são as mais utilizadas pelas companhias prestadoras de serviços de telecomunicação.

Quando devemos utilizar cabos de fibras ópticas?

  • A instalação envolve grandes distâncias (centenas ou milhares de metros ou quilômetros)
  • O ambiente de instalação apresentar muita interferência eletromagnética (fibras ópticas são imunes a qualquer tipo de interferência ou ruído)
  • Nos ambientes agressivos (fibras ópticas são imunes à oxidação e corrosão, que costumam ser um problema  para os cabos de cobre)
  • For preciso reduzir o peso e o tamanho dos cabos (as fibras ópticas são extremamente leves e compactas)
  • For preciso trafegar uma elevada taxa de dados, ou sinais analógicos com grande largura de faixa. Certos tipos de fibras ópticas podem oferecer até 27 GHz de largura de banda.

A Fusão de Fibra Óptica, serviço também oferecido pela Bit 2000

Neste tipo de emenda a fibra é introduzida limpa e clivada na máquina de fusão, para após o alinhamento apropriado, ser submetida à um arco voltáico que eleva a temperatura nas faces das fibras, o que provoca o derretimento das fibras e a sua soldagem. O arco voltáico é obtido a partir de uma diferença de potencial aplicada sobre dois eletrodos de metal. Após a fusão a fibra é revestida por resinas que tem a função de oferecer resistência mecânica à emenda, protegendo-a contra quebras e fraturas.
http://www.thefoa.org/tech/ref/termination/Splice1.jpg
Após a proteção a fibra emendada é acomodada em recipientes chamados caixa de emendas. As caixas de emendas podem ser de vários tipos de acordo com a aplicação e o número de fibras. Umas são pressurizáveis ou impermeáveis, outras resistentes ao sol, para instalação aérea.

Este processo agiliza as instalações e garante uma grande confiabilidade no sistema.

A clivagem, acima citada, é o processo de corte da ponta da fibra óptica. É efetuada a partir de um pequeno ferimento na casca da fibra óptica (risco), a fibra é tracionada e curvada sob o risco, assim o ferimento se propaga pela estrutura cristalina da fibra. A qualidade de uma clivagem deve ser observada com microscópio.

Interessado? Entre em contato conosco, somos preparados e qualificados para ajudar você!

saiba mais

Saiba mais sobre a transição do sinal de TV analógico para o digital

009_Desligamento_Sinal_Analogico

A transição do sinal analógico para o digital teve início no dia 15 de fevereiro em Rio Verde – GO, cidade que servirá como teste-piloto na migração. O processo de transição entre as tecnologias deve durar aproximadamente 3 anos. Saiba como ocorrerá essa substituição e o que muda no seu aparelho de TV.

Desligamento do sinal analógico no Brasil

O desligamento total do sinal analógico de TV no Brasil está previsto para o final de 2023. Antes previsto para 2016, foi adiado pelo Ministério das Comunicações pelo fato de que boa parte da população brasileira ainda não possui conversores ou TVs digitais em suas residências. Para que ocorra o desligamento total da TV analógica, 93% dos lares brasileiros precisam estar aptos a captar o sinal digital.

A transição irá ocorrer gradativamente em locais e datas pré-determinados, de acordo com cronograma divulgado pelo Ministério das Comunicações. Ela terá início nas grandes cidades, após a realização do teste-piloto na cidade de Rio Verde – GO, que visa detectar possíveis falhas no processo. O sinal analógico atualmente ocupa a frequência de 700 MHz, que será liberada para a rede móvel de quarta geração, o 4G.

Antes da transição total, a Anatel irá promover uma campanha na TV aberta com o objetivo de informar a população. Somado a isso, o governo irá doar conversores digitais para TVs analógicas (set-top box) a famílias cadastradas em programas sociais como o Bolsa Família.

Conversor digital e antena

Como se preparar efetivamente para a mudança do sinal analógico para o digital? Se você possui uma TV de tubo, é necessário adquirir um conversor, pois esse tipo de TV não recebe sinal digital.

Caso seu aparelho seja de LED, LCD ou Plasma, verifique se ele possui o selo DTV. Se a resposta for positiva, basta conectar a antena à TV. Caso contrário, será necessário adquirir um conversor.

Tem dúvidas sobre quais aparelhos deve adquirir? A Intelbras possui soluções completas em antenas internas e externas e conversor digital. Acesse: http://goo.gl/z0vsrq

Precisa de ajuda? Procure a Bit 2000, há 20 anos no mercado oferecendo serviços na área de infraestrutura de TI.

Via: Blog Intelbras

saiba mais